Era uma vez o Natal

Ele viu-a. Mas ela não o viu. Porque tudo o que ela conseguia ver eram fantasmas, saídos e mantidos numa escuridão que a envolvia e não lhe dava tréguas. Ele viu-a. Dias a fio ele viu-a, deambulando a caminho das obrigações que a vida lhe impunha. A caminho de cada lado, nenhum que lhe permitia manter o mínimo de condições para seguir em frente. Mais ninguém a viu, mas ele sim. Ele viu, escondido atrás da velha sebe que separava a casa dela do resto do mundo, quando ele se foi embora. Entregando-a sem misericórdia ao desespero da sorte que teimava em lhe fugir. Ele viu o que o resto do mundo teimava em ignorar, viu os encolher de ombros alheios, os olhares de pena que teimavam em se esconder e de nada lhe serviam, a ela.
Ele viu-a e sentiu o seu pequeno coração apertar-se a cada pegada profunda que os pés dela desenhavam na neve branca do caminho que percorria todos os dias. Era inverno e era Natal. E por isso havia neve.

Continuar a ler

Anúncios

“Coloco o coração ao dispor dos meus personagens e deixo fluir”

Vanessa Lourenço lança brevemente “A batalha de Sekmet”, o segundo volume de uma trilogia que decorre num universo mágico povoado por uns gatos muito especiais. A autora partilha o seu processo criativo e como consolidou o seu percurso literário.

vanessal

“A batalha de Sekmet” é a sequela de “A cria negra de Felis Mal’ak”? O que te levou a escrever este novo título?

“A cria negra de Felis Mal’ak” foi o primeiro volume de uma trilogia que tenho vindo a desenvolver, da qual “A batalha de Sekmet” constitui o segundo volume. Neste novo título, atingimos a concretização da ação que permanece latente ao longo de “A cria negra de Felis Mal’ak”. Este segundo volume revela a verdadeira dimensão da trama e põe à prova, de formas surpreendentes, os personagens que conhecemos no primeiro volume da trilogia.

Continuar a ler

“Tivemos a sorte de encontrar quem acreditasse neste projeto”

Madalena Condado, Duda e Vanessa Lourenço são autoras de livros do estilo fantástico – todas publicadas pela Capital Books – que juntaram esforços no coletivo Escrita3ncantada para prosseguirem a divulgação dos seus trabalhos. As três explicam-nos porque motivo se associaram e até onde querem ir com isto.

escrita3ncantada

O que vos levou a se juntarem neste projeto Escrita3ncantada?

O facto de partilharmos a mesma paixão pela escrita e a nossa determinação conjunta no âmbito da valorização do nosso trabalho. A química e cumplicidade enormes que se desenvolveram entre nós, ditaram a continuação deste projeto, que pelo apoio mútuo demonstrado se tem revelado extremamente compensador.

Continuar a ler

“A cria negra de Felis Mal’ak” atinge 2ª edição e chega ao Feijó

felis2capa

Vanessa Lourenço, a autora de “A cria negra de Felis Mal’ak”, prepara-se para uma nova apresentação da sua obra. O evento terá lugar dia 19 de dezembro (sábado), às 15h00, no auditório da junta de freguesia do Feijó. Por cada livro vendido nesta sessão, um euro reverterá para os “Focinhos Felinos”, um agrupamento de voluntários que ajudam os animais. Esta apresentação vai também celebrar o sucesso da autora, que conseguiu a proeza de atingir uma segunda edição do seu livro, escassas semanas depois de o mesmo ter sido lançado. Vanessa Lourenço diz que “a interação com os leitores tem sido extraordinária, todos os dias recebo testemunhos muito positivos, cada vez mais leitores me contatam com uma imensa curiosidade em conhecer esta história. Já recebi comentários de leitores nos EUA, Reino Unido, Suíça e Canadá, o que é incrível”. A autora garante ainda que não podia estar mais feliz. Não se trata apenas de um livro, pretende-se que seja uma ferramenta por intermédio da qual as pessoas possam descobrir que há muito mais nos laços que estabelecem com os animais do que aquilo que a vida de todos os dias nos mostra”. Este primeiro livro de Vanessa Lourenço foi publicado pela Capital Books em outubro e é a história de um gatinho negro que, na companhia de outros felinos muito especiais, se prepara para travar uma batalha que decidirá o futuro de todos os gatos no nosso planeta. Pode ser adquirido no site da Capital Books, na wook.pt e na amazon.com.

“Quando aceitamos a magia, ela manifesta-se e transforma-nos”

Vanessa Lourenço é a autora de “A cria negra de Felis Mal’ak”, novidade editorial da Capital Books para este mês de setembro. Psicóloga clínica de formação e amante de animais por vocação, Vanessa assina uma fábula reveladora de que tudo o que nos acontece, tem uma razão transcendental e que se esconde para lá dos nossos olhos.

Vanessa Lourenço

Este livro é uma história de gatos ou uma parábola sobre os homens?

Um pouco de ambas. Na sua essência, os gatos são os personagens principais desta aventura. E trata-se de uma aventura que pretende inspirar os seres humanos a darem o melhor de si mesmos e a acreditarem que existe realmente magia na nossa vida de todos os dias. Quando aceitamos essa verdade, ela manifesta-se e transforma-nos. Esta entrevista é prova disso.

Como é que se lembrou de escrever um livro tão original, em que os gatos protagonizam questões que inquietam todos os seres humanos?

É uma história um pouco triste. Há alguns anos atrás, perdi um gato preto que era muito especial para mim, vítima de atropelamento. Foi muito duro e fiz o que penso que muitas pessoas fazem, levantei os olhos para o céu e pedi respostas para o que tinha acontecido. Foi quando pousei os olhos no papel e comecei a escrever as mesmas perguntas, que obtive respostas. A minha resposta foi este livro.

Continuar a ler