Bertrand: a mais antiga livraria do mundo fica no Chiado (em Lisboa)

Livraria Bertrand

A livraria Bertrand do Chiado é a mais antiga livraria do mundo em atividade, de acordo com o Guiness Word Records: está aberta há mais de 280 anos! Foi fundada em 1732, por Pedro Faure, um francês radicado em Lisboa, com duas filhas casadas com dois irmãos de apelido Bertrand. Quando Pedro Faure faleceu, em 1753, a sociedade “Faure & Irmãos Bertrand” passou a chamar-se apenas “Irmãos Bertrand”. A livraria Bertrand do Chiado transformou-se, ao longo dos tempos, numa popular tertúlia lisboeta, frequentada por escritores como Alexandre Herculano, Eça de Queirós, Antero de Quental e Ramalho Ortigão. José Fontana, um dos fundadores do Partido Socialista Português e sócio-gerente da livraria Bertrand, aí se suicidou em 1876, com apenas 35 anos de vida e atormentado por uma tuberculose. Já no século XX, foi pouso habitual de Aquilino Ribeiro, Urbano Tavares Rodrigues e José Cardoso Pires. O grupo de livrarias Bertrand foi adquirido, em 2010, pela Porto Editora e atualmente é composto por meia centena de livrarias, espalhadas por Portugal e Espanha.

Anúncios

Bertrand lança baralho com escritores de língua portuguesa

carta literária

A Livraria Bertrand acaba de lançar um inédito baralho de cartas literárias. Este baralho permite divertir-se com todo o tipo de jogos de cartas e paciências, mas na companhia de escritores de língua portuguesa. São 54 cartas, ilustradas por André Kano, disponíveis numa caixa de cartão e à venda na rede de livrarias Bertrand (7,50 euros). André Kano é um ilustrador natural do Brasil, filho de japoneses, mas a viver em Portugal há 26 anos e que agora realizou as ilustrações que compõem este baralho.