Nova aventura de Astérix parodia novas tecnologias

Astérix

A nova aventura de Astérix e Obélix, intitulada “O papiro de César”, chegou na última quinta-feira (22 de outubro) às livrarias e conta as peripécias de Gerapolémix, um jornalista gaulês inspirado na figura de Julian Assange, o fundador do Wikileaks.

Continuar a ler

Anúncios

Tex (gigante) na Patagónia em português pela mão da Polvo

Tex Patagonia

“Patagónia” é o primeiro Tex Gigante editado em Portugal e chega com a chancela da Polvo. Escrita por Mauro Boselli e desenhada por Pasquale Frisenda, esta aventura do famoso cowboy de camisa amarela foi publicada originalmente em junho de 2009 e decorre na Patagónia argentina. Tex e o seu filho Kit Willer viajam até ao pampa da Patagónia, nos confins da Argentina, para participarem numa missão que é de resgate de prisioneiros, mas também punitiva, em consequência de um raid sanguinário perpetrado pelos índios locais. A história é cheia de ação e aborda com realismo o genocídio das tribos índias e está repleta de episódios de heroísmo, sacrifício e sangue. Este volume de Tex, com ilustrações soberbas, é composto por 228 páginas a preto e branco, com capa a cores. O preço de venda ao público é de 16,99 euros.

Patagónia

Reeditada a “Peregrinação” em banda desenhada por José Ruy

peregrinação

A Âncora Editora reeditou, em julho, uma das obras mais emblemáticas da banda desenhada portuguesa: “Fernando Mendes Pinto e a sua peregrinação” por José Ruy. Este autor nasceu na Amadora, em 1930. Cursou artes gráficas na escola António Arroio e frequentou habilitação a Belas-Artes. Iniciou-se como desenhador com apenas 14 anos, tendo publicado 79 álbuns, 48 dos quais em banda desenhada, com destaque para este “Fernão Mendes Pinto e a sua peregrinação”, cuja primeira edição data  de 1982. Um clássico da literatura portuguesa, “Peregrinação” foi escrita por Fernão Mendes Pinto (1509-1583), durante os últimos anos da sua vida e enquadra-se na chamada literatura de viagem. Foi publicado pela primeira vez em 1614, pela prensa de Pedro Craesbeeck, 30 anos após a morte do autor e narra as suas aventuras e peripécias na Ásia, na época em que o império português no oriente se consolidava.

Jim Del Monaco: novo álbum comemora 30 anos de aventuras

O cemitério dos elefantes

A editora ASA anunciou o regresso da emblemática personagem Jim Del Monaco para o próximo dia 22 de setembro, com o lançamento de um novo álbum. “O cemitério dos elefantes” celebra o 30º aniversário deste herói, assinado pelo duo Louro & Simões. As novas aventuras de Jim Del Monaco incluem zombies excitados, amazonas a precisar de dieta e uma incursão pelo programa espacial soviético. Jim Del Monaco surgiu na secção Tablóide do Sábado Popular, parte do desaparecido Diário Popular, em outubro de 1985. Pouco tempo depois, a série mudou-se para a revista “O Mosquito”, tornando-se num dos raros heróis da banda desenhada portuguesa.