O meu querido dezembro!

Natal.jpg

– Adoro o mês de dezembro! – exclamou a mãe.

– Deus me livre! Que horror! Só frio, chuvas, neves que não nos deixam passar na estrada! – gritou o pai.

– Claro que isso ninguém gosta, mas adoro Dezembro! – disse a mãe muito sonhadora.

– Iá! Eu também adoro dezembro, quando fazem desconto na net e oferecem 5 gigas de net para o meu telemóvel! – disse Bianca, enquanto mexericava no telemóvel.

– Oh, francamente Bianca! Sempre a pensar na porcaria da net! Dezembro é tão especial! – disse a mãe.

– Fogo! Só estava a dizer o porquê de eu gostar assim tanto de dezembro! Não se pode dizer nada nesta casa! – disse Bianca amuada.

– Pronto! Vai ficar amuada! – disse o pai.

– Pobre Bianca! Vai chorar! Ninguém gosta dela, não? – gozou Luís.

– Cala-te seu rato de esgoto! – gritou Bianca levantando-se.

– Eh, eh, eh! – disse a mãe separando-os – Nunca se pode ter uma manhã calma com vocês os dois! Já têm idade para terem juízo!

– Ele é que começou! – acusou Bianca.

Todos se calaram.

– Ai eu gosto tanto de Dezembro! – guinchou a mãe.

– Outra vez! Já percebemos! – declarou Luís.

– Adoro estar à lareira! – continuou a mãe.

– Também podias estar à lareira nos outros meses! Quem é que te impedia? – explicou Bianca.

– Até parece que vocês não gostam de dezembro! – declarou o pai.

– Claro que gostamos! Mas de um momento de dezembro em especial… – sussurrou Luís.

– O Natal! – completou Bianca – “All I Want For Christmas! Is you!”.

– Ai! Os meus tímpanos! – dramatizou Luís.

Bianca olhou para ele com cara de quem lhe ia dar uma valente sova!

– Porque é que gostam tanto do Natal? – perguntou a mãe.

– Dah! Presentes! – explicou Bianca.

– Que bando de interesseiros que vocês são! Só gostam de receber os presentes no Natal? – estranhou o pai.

Luís e Bianca olharam-se nos olhos!

– Sim! Qual é o problema? – disse Luís.

– Oh meu Deus! – sussurrou a mãe levando as mãos aos olhos – Dezembro, o melhor mês do ano, é um mês em que temos de perceber a importância da nossa união! O Natal não é só receber presentes! A coisa mais importante no Natal é estarmos com quem mais amamos.

Todos se olharam! Pareciam ter compreendido o que a mãe esteve a tentar dizer!
– eu prefiro os presentes do que estar com o chato do primo António! – disse Luís.

Um conto assinado por João Jesus

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s