“A traição quase compulsiva não é exclusiva da realidade gay”

Miguel Agramonte é o autor de “Quando tu nos mentes”, novela gay que a Capital Books publicará brevemente. Este romance aborda despudoramente as relações homossexuais, revelando o que se esconde por detrás dos sites de engates gays.

miguel agramonte

Quem é o Miguel Agramonte e o que é que o faz publicar agora o seu
primeiro livro?

O Miguel Agramonte é um escritor português que escreve desde a sua
adolescência, simplesmente por prazer e para consumo interno (círculo de
amigos mais próximos). A minha vida tem-me permitido viver em diversos
países de língua oficial portuguesa, em vários continentes e, talvez por
isso, por conviver com vários dos seus sabores, fui reforçando a paixão
pela língua portuguesa. Apesar de ser desafiado pelos meus amigos-leitores,
o facto de escrever como passatempo nunca me levou a procurar uma editora.
Mas, por uma feliz coincidência, chegamos ao momento em que nos encontramos
(através de um amigo leitor que é amigo de um editor que procurava alguém
que escrevesse histórias de cariz alternativo – no meu caso específico de
temática LGBT).

Miguel Agramonte é um autor gay ou é apenas este seu primeiro
livro que é gay?

Tenho vários tipos de escritos, digamos assim (de pequenos ensaios a livros,
passando por contos). Curiosamente, agora que perguntas, ao contrário do que
se passa nos restantes, os livros são todos de temática LGBT. Portanto, se
falamos de livros, sim, o Miguel Agramonte é um autor gay, porque todos os
seus livros (até à data) abordam essa temática. Se analisarmos toda a
escrita, então não é exclusivamente gay.

Por que é que achas que, em Portugal, há tão pouca literatura gay?

Não sei! Por uma questão de receio? Talvez os escritores se sintam
desconfortáveis com o tema. Talvez por ser entendido por escritores e
editores como um mercado potencial reduzido. Talvez por não haver editoras
interessadas em apostar no tema. Enfim, são apenas hipóteses que me vêm à
cabeça sem refletir muito. Mas concordo: em Portugal há muito pouca
literatura gay, infelizmente.

“Quando tu nos mentes” é um livro sobre a relação de dois homossexuais
que, embora se amem, se traem quase por compulsão. Isto é sempre assim?

Essa é apenas uma das vertentes do livro. Há outras, que se desenrolam ao
longo da história. Mas a resposta direta à pergunta é não. Deixa-me que
aproveite a deixa para deixar claro que a traição quase compulsiva, para
usar as tuas palavras, não é exclusiva da realidade gay. Por isso, e
independentemente das realidades (homossexual, hetero, bi ou qualquer outra, gosto
pouco de rótulos), sempre permitiu excelentes exercícios de escrita.

O livro tem prefácio de Max Spencer-Dohner. Porque o escolheste para o efeito?

Por muitos e bons motivos, uns mais ligados à razão e outros à emoção. Vou começar pelos primeiros e avançando para os segundos (esperando não me esquecer de nenhum). Primeiro, o Max é o tal amigo do amigo, ou seja, é o “padrinho” desta aventura. Segundo, porque sempre teve a paciência de ler o que escrevo, apesar do seu tempo reduzido (e sempre na condição de me dizer, exatamente, o que pensaria, sem rodeios – quando chegava ao fim e dizia “olha, gostei, a sério que gostei” eu ficava de pé atrás). Terceiro, porque é alguém que adora ler e com um singular dom para a escrita que, sinceramente, considero subaproveitado (aqui fica, desde já, o repto lançado). Quarto, porque desde muito cedo vem batalhando por um mundo onde, realmente, qualquer ser humano possa ser feliz, ou seja, exercer, em pleno, a sua liberdade até ao limiar da liberdade do outro (estamos muito longe dessa realidade e não falo, apenas, das questões LGBT). Quinto, e último, pela nossa longa e franca relação de amizade. Motivos não faltaram para ser uma escolha imediata!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s