“Tentei construir esta estória da forma mais doce possível”

Francisca Oliveira Martins é uma jovem autora portuense, que acaba de se estrear com “O acendedor de estrelas”, título publicado em dezembro pela Capital Books. Um conto infantil inspirado nos astros que se observam no céu límpido da serra da Estrela.

Francisca Oliveira Martins

Como te surgiu a ideia de escrever “O acendedor de estrelas”?

Numa noite de verão, num regresso de férias, depois de passar por casa da minha bisavó, numa viagem de Nelas para o Porto. O céu estava limpo, o ar quente e como muitos sabem, na zona da serra da Estrela, as estrelas parece que brilham sempre com mais intensidade, com mais luz e com a intenção de nos pôr a pensar. Como banda sonora desta viagem, vinha a ouvir Sara Tavares e uma música em especial “Eu sei”, fez-me criar toda esta estória na minha cabeça, que tentei construir da forma mais doce possível, para que o meu irmão, na altura com dois anos, tivesse mais um conto para ouvir antes de se deitar.

É um livro para crianças ou vai para além disso?

É um conto e não creio que deva haver uma limitação etária à sua leitura, pois esta é a questão pertinente com a qual sempre me debati. É um conto no qual me foquei em manter um conteúdo e uma estória consistentes, com um vocabulário adequado às crianças, mas apta a qualquer leitor. Enquanto fui criança, foi sempre motivo de aborrecimento para mim, que muitas vezes aos contos infantis, faltasse conteúdo, enredo, envolvimento e emoção. Tudo porque os autores acham que as crianças ainda são demasiado pequenas para conseguirem digerir e processar uma estória mais elaborada e acabam por limitar a criatividade de ambos, assim como o desafio de as deixar envolver com o enredo e com os personagens. Eu gosto de escrever seguindo uma lógica inversa, a de que, adequando o vocabulário utilizado, não há nenhuma estória ou história, demasiado complicada para contar a uma criança. Há sim uma grande dificuldade nos adultos de adequarem o vocabulário que utilizam, para se conseguirem fazer entender junto de uma criança.

acendedordestrelas

Como foi o processo de escrita? E depois a interligação com a ilustração?

O processo de escrita é normalmente um processo curto, mas intenso. Tudo o que escrevo, seja qual for o estilo literário ou a exigência do conteúdo, é escrito de uma “penada” só. Não sei muito bem como explicar, mas quando as estórias surgem no meu imaginário, surge também uma enorme necessidade de as passar rapidamente para o papel. Como se apenas isso conseguisse acalmar o meu espírito e toda envolvente que imaginei. Depois de registado em papel, seguem-se normalmente umas semanas em que me sinto a viver dentro da estória, como uma bolha de sabão só minha, até decidir revê-la e partilha-la com outros. A interligação com a ilustração foi bem mais simples, uma vez que o Joel Faria , o ilustrador, é meu colega e amigo, sendo alguém em quem reconheço uma enorme sensibilidade para a interpretação gráfica.

A divulgação do livro está a correr bem? Que planos tens neste aspecto?

A divulgação do livro corre felizmente muito bem, contando já com convites de seis entidades diferentes para o início do novo ano e com a possibilidade de integração em novos projetos e formas de comunicação e divulgação.

Tens mais projetos literários para o futuro?

Tenho. Conto atualmente com mais dois contos na gaveta e um projeto de um conto infantil aplicado à comunicação e divulgação de uma empresa, sobre o qual tenho as maiores expectativas e motivação para começar. Novos projetos são sempre o meu combustível de eleição para me manter motivada, focada e criativa em relação a tudo o que escrevo.
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s