“As mulheres portuguesas ainda se sentem desconfortáveis para falarem livremente sobre sexo”

Judite Carreira publicou a sua primeira coletânea poética no passado mês de julho, pela Capital Books. Intitulada “Palavras Ousadas de Ju”, esta é uma coleção de poesia erótica, profusamente ilustrada com sugestivas imagens e onde perpassam o amor, o desejo e a volúpia. Esta obra nasceu da página homónima no Facebook, que começou como um simples devaneio e evoluiu para um sólido projeto de literatura poética.

Judite Carreira

Judite Carreira, quem é a mulher que se esconde atrás do pseudónimo Ju?

Nasci em 1971, em França e vivo agora em Leiria. Sou funcionária pública, divorciada e mãe de um adolescente espetacular. Defino-me como uma batalhadora, uma mulher com m grande, empenhada em tudo o que me proponho e mãe 24 horas por dia. Quando a noite chega e o silêncio se instala, a Ju é a sonhadora, a amante e a ousadia em pessoa. A autora, nasceu há pouco tempo, após um desgosto amoroso, num desassossego de alma incompreendida. Adoro ler, sempre quis escrever, mas só agora me atrevi. Nas horas vagas, rabisco poemas. Tentei antes escrever, quando era mais nova, mas olhava para os meus textos e achava que não prestavam. Apesar disso, participei em algumas publicações pontuais, em duas coletâneas. Agora com 44 anos e alguma maturidade, surgiu a vontade de traduzir o que me ía na alma. Por vezes, histórias reais, outras imaginárias, mas sempre espicaçando quem me lê.

As suas palavras ousadas escancaram tabus sobre o amor, o erotismo e o sexo. De onde vem esta força?

Que seria de nós sem o amor, o erotismo e o sexo? Sempre me senti à vontade para falar sobre estes temas, sempre me interessei por eles e gosto de provocar. Diverte-me brincar, seduzir e espicaçar o leitor e o feedback tem sido bastante positivo, tanto por parte dos homens, como das mulheres. Num registo atrevido e levemente pornográfico, abordo subtilmente o tema do sexo com amor: abordá-lo descaradamente iria ferir mentes mais conservadoras. Apraz-me abanar um pouco a demência sexual, sem contudo chocar os leitores.

Há um enorme pudor em redor dos temas que aborda. Porque será assim?

O amor é muitas vezes doloroso e incompreendido e muitas vezes preferimos ignorar o que sentimos ou até abafar os sentimentos para continuarmos a seguir em frente, na aventura que é a vida. O sexo sempre foi um tema tabu na nossa sociedade e as mulheres portuguesas ainda se sentem socialmente desconfortáveis para falarem livremente sobre ele. Apesar disso, o sexo não é o pecado que os nossos antepassados tanto apregoaram e assiste-se a uma abertura cada vez maior das mentalidades. É tão vasto o acesso à informação e no entanto, ainda se condena a homossexualidade, o sadomasoquismo, o voyeurismo, o ménage à trois, o prazer e o sexo fora do casamento… Tudo o que a sociedade não tolera, é na verdade praticado às escondidas, nas famílias ditas normais. O meu papel, ao escrever sobre estes temas, é escancarar o que está escondido, dando apenas um empurrãozinho.

A Judite vive em Leiria. Como foi aí a recepção local ao lançamento deste livro?

A curiosidade era bastante, o tema interessante e por isso, os amigos fizeram-se presentes. O lançamento de um livro é sempre uma novidade, mas ainda se assiste a um certo medo em aparecer e dar a cara, sobretudo quando o tema é o sexo, bem polvilhado de erotismo. O título é apelativo, a capa é sensual e o interior do livro uma surpresa deliciosa. O feedback tem sido favorável e portanto acredito no sucesso. Afinal, quem resiste a uma boa sacanagem?

Palavras Ousadas de Ju

O livro resulta de uma página de Facebook com o mesmo nome. Como é que começou esta página e porque decidiu passar, depois, para o livro?

A página Palavras Ousadas de Ju nasceu como um desabafo, uma espécie de diário online, onde eu ia exteriorizando o que me pesava no coração. Surgiu numa época de dor, no final de um amor incompreendido. Os desabafos foram rareando, porque a dor foi atenuando e aventurei-me num outro tipo de registo, mais atrevido: escrevi sobre o amor, o erotismo e o sexo, sem qualquer pudor ou tabu. A fotografia a preto e branco sempre me seduziu imenso e, conciliando ambas, reuni nesta página, desde meados de novembro de 2014, mais de 3.300 seguidores. A publicação do livro surgiu a convite da editora Capital Books, que descobriu a página e os meus poemas ousados. Passar da escrita online para o papel foi uma aventura e surgiu na altura certa. Aceitei o desafio.

Como é que os leitores reagiram ao livro? Que comentários tem escutado?

Os leitores gostam da capa sensual, elogiam a ilustração dos poemas e ficam deliciados com a poesia erótica. Alguns até se atreveram a comentar que escolheram o local certo para o ler… a cama… ou ainda que vão, sem dúvida, praticar alguns desses devaneios que escrevi.

Que poetas é que lê? E autores de ficção, algum em destaque?

O meu poeta de eleição é, sem dúvida, Pablo Neruda, identifico-me bastante com o que ele escreve. Autores de ficção? E.L. James com as suas “50 Sombras de Grey”, devorei os três volumes num ápice, são cenas sensuais maravilhosamente descritas, Nora Roberts pela trama amorosa e Sherrilyn Kenyon pelas descrições fantásticas, pela trama entre vampiros, lobisomens e semi divindades. O meu livro de eleição? “Comer, Orar e Amar” de Elisabeth Gilbert por todos os ensinamentos e li-o na altura certa!

Depois destas palavras ousadas, quais são os seus próximos projectos?

Os meus projetos futuros incluem, a médio prazo, a publicação de um livro de poesias mais discretas, que abordam a dor, a amizade, a família, a natureza. A longo prazo, penso na publicação de um romance erótico, com descrições bem picantes e provocadoras.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s