O livro mais triste de Portugal

Só

“Só”, livro que reúne poemas de António Nobre, foi publicado em 1892 e é o livro mais triste que há em Portugal, segundo o seu próprio autor. António Nobre (1867–1900) foi um poeta português, que se enquadrou nas correntes ultra-românticas e simbólicas, próprias do final do século XIX. “Só” é uma coletânea poética marcada pela lamentação e nostalgia, ainda que suavizada pela presença de um fio de auto-ironia. António Nobre faleceu com 32 anos, após uma luta prolongada contra uma tuberculose pulmonar. Dá nome ao jardim do miradouro de São Pedro de Alcântara, em Lisboa.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s