“Matar o sonho é matarmo-nos”

Fernando Pessoa

Matar o sonho é matarmo-nos
É mutilar a nossa alma.
O sonho é o que temos de realmente nosso,
de impenetravelmente e inexpugnavelmente nosso.

Trecho do “Livro de Desassossego” de Bernardo Soares, um dos heterónimos de Fernando Pessoa. Este é um livro fragmentário, com interpretações múltiplas dos estudiosos de Pessoa sobre o modo de o organizar. A sua primeira edição foi publicada apenas em 1982 e há quem considere que tem dois autores: a primeira metade assinada pelo próprio Fernando Pessoa e a segunda parte pelo heterónimo Bernardo Soares.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s