“E encerrar-me todo num poema”

Herberto Helder

e encerrar-me todo num poema,
não em língua plana mas em língua plena

Helberto Helder (1930-2015) nasceu no Funchal e é considerado um dos maiores poetas portugueses da segunda metade do século XX. Personagem distante e quase eremita, recusou inúmeras homenagens, prémios, condecorações, entrevistas e até ser fotografado. Foi o vencedor do prémio Pessoa, em 1994, que também recusou.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s